Programas da T
Ao vivo na T

29/01/2015

Curitiba

Crise Financeira no Governo do Paraná:

Em uma tentativa de amenizar a situação do atraso de benefícios dos servidores estaduais, o governador Beto Richa (PSDB), anunciou que abrirá mão do seu próprio salário do mês de janeiro.  Richa também determinou corte no pagamento dos salários dos secretários. Mas o fato é que o governador tomou esta decisão, após as repercussões negativas do anúncio do aumento de seu próprio o salário e pela divulgação de Richa está entre os governadores mais bem pagos do Brasil. O salário de Beto Richa era de R$ 29, 4 mil, mas com o aumento atribuído no inicio deste ano, o valor passou para R$ 33,7 mil.
Com o reajuste, os salários da vice governadora Cida Borghetti (Pros), que deve receber 95% dos vencimentos do governador, equivale a pouco mais de 32 mil reais. Já os secretários passam a ganhar 23 mil e 600 reais mensais, o equivalente a 70% dos vencimentos de Richa. Entre os secretários estão a esposa do governador, Fernanda Richa, secretária da Família, e o irmão, Pepe Richa, secretário de Infraestrutura e Logística. 
A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), divulgou nesta quinta-feira, 29, que o terço constitucional para os servidores que gozaram férias em janeiro não será pago na folha deste mês. A jusitificativa é de que a universidade não dispõe em caixa de recursos próprios para integralizar os valores necessários à folha de pagamento.  
Em nota o  Governo do Estado informou que medidas estão sendo tomadas para regularizar a situação. O Governo garantiu também, que os salários dos servidores serão pagos em dia. 


Pagamentos atrasados em vários setores:


Os atrasos nos pagamentos não atingiram apenas professores e demais servidores da área de educação. Funcionários da Saúde, bombeiros e militares, com atuação no litoral do Paraná, também aguardam benefícios. 

Foto: Divulgação/ Facebook/ Beto Richa

Leia também: